Áurea, Richie Campbell, Fernando Daniel, Virgul, Syro e Ivandro vão estar na Noite Branca de Braga

Após dois anos de interregno, um dos momentos mais marcantes da Cultura Bracarense está de volta. A Noite Branca de Braga acontece nos dias 2, 3 e 4 de setembro com uma nova imagem que procura a comunhão com o território e com a comunidade.

Instalações, performances, arte pública e contemporânea, exposições e concertos farão parte de uma jornada de mais de 48 horas de intensa atividade cultural para todos os públicos. Ao longo de três dias, Bracarenses e visitantes poderão usufruir de mais de 150 eventos divididos por cinco palcos, pelos museus, pelas salas de espetáculo e pelo espaço público.

Áurea, Richie Campbell, Fernando Daniel, Virgul, Syro, Ivandro, a Orquestra Folk Sondeseu e Daniel Pereira Cristo, a Orquestra Filarmónica de Braga e Sofia Escobar são os nomes maiores de um cartaz que representa um investimento municipal de meio milhão de euros.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, a Noite Branca é um dos momentos mais esperados pelos Bracarenses e um dos maiores eventos culturais do País. “A Noite Branca de Braga 2022 é um evento renovado, que a par dos grandes concertos pretende dar espaço aos artistas da Cidade, mostrando que Braga é uma Cidade de juventude e de talento”, referiu o Autarca, durante a apresentação da programação que decorreu esta Terça-feira, 5 de julho.

A multiplicidade de eventos e a diversidade de realizações são, segundo Ricardo Rio, o traço distintivo da Noite Branca que promete surpreender os Bracarenses e todos quantos visitarem a Cidade nos dias 2, 3 e 4 de setembro. O Autarca Bracarense definiu Braga como “uma cidade-palco, que dá espaço a todas as formas de arte e que identifica a Cultura como um setor fundamental do seu desenvolvimento”.

A sustentabilidade é outra das marcas da Noite Branca de Braga que, segundo Ricardo Rio, volta a apresentar um plano de sustentabilidade próprio com o objetivo de reduzir o impacto ambiental que um evento desta dimensão acarreta.

Grandes nomes da música nacional

O arranque da Noite Branca será dado no dia 2 de setembro com Áurea e Fernando Daniel no Palco Praça, seguindo-se o DJ Wilson Honrado. No Palco Avenida atuará a Orquestra Folk Sondeseu e Daniel Pereira Cristo, numa colaboração transfronteiriça. Segue-se Ivandro, um dos novos talentos do panorama musical português. No Palco Rossio, os Meninos do Rio prometem muita música e dança.

No dia 3 de setembro, a celebração continua com concertos de Richie Campbell e Virgul no Palco Praça, seguindo-se a presença dos fenómenos de popularidade Nenny e Syro no Palco Avenida. Já o Palco Rossio acolherá os espetáculos de Benjamin, Kimi Djabaté e Michael Lauren Trio.

O último dia – 4 de setembro – ficará marcado pelos concertos de Sofia Escobar e da Orquestra Filarmónica de Braga no Palco Avenida e Trio Pagú no Palco Praça.

Arte pública e circo contemporâneo em destaque

A arte pública assume um lugar de relevo na programação da Noite Branca 2022, com instalações artísticas que prometem envolver a comunidade em trabalhos de artistas como Cátia Esteves, Alberto Vieira, Acácio de Carvalho ou Zélia Mendonça.

Outro dos destaques vai para o circo contemporâneo, com a realização de espetáculos como “La Belle Illusion”, da companhia francesa Remue Ménage, “Sinergia Street”, da companhia “NUEVEUNO CIRCO”, ou “Poi”, um espetáculo da Companhia espanhola “D’ES TRO”.

Através de um ciclo dedicado à performance serão apresentados espetáculos multidisciplinares nas ruas do Centro Histórico, que vão desafiar as fronteiras geográficas e das artes nas suas mais diversas formas de expressão.

A Noite Branca incluirá mercados de rua e atividades nos museus, as galerias de arte de espaços culturais da Cidade, numa jornada contínua de visitas, oficinas, exposições e espetáculos repletos de história, museologia e património.

TUB disponibilizam serviço “park & ride”

À semelhança dos anos anteriores, os Transportes Urbanos de Braga (TUB) vão colocar à disposição dos munícipes e visitantes interfaces localizados no Minho Centre – Lamaçães, E-Leclerc (Ferreiros) e Estádio Municipal (Dume), com ligação ao centro da Cidade, entre as 19h00 e as 05h00 dos dias 2 e 3 de setembro.

Esta frequência irá garantir a ligação de cinco em cinco minutos, pelo preço de 1€ (ida e volta). Para Olga Pereira, presidente do Conselho de Administração dos TUB, esta é a forma da empresa municipal de transportes participar no evento e facilitar os acessos à Cidade de forma rápida, confortável e acessível.

Com este serviço pretendemos evitar a entrada de milhares de automóveis no centro da Cidade, contribuindo para o seu descongestionamento e descarbonização”, explicou Olga Pereira, registando a adesão crescente ao serviço “park & ride” disponibilizado pelos TUB nos grandes eventos da Cidade.Toda a programação da Noite Branca de Braga pode ser consultado em www.noitebrancabraga.com

Notícias relacionadas