Póvoa do Lanhoso. Feto encontrado em estação de tratamento de resíduos

Foto: Braval

O corpo de um recém-nascido foi encontrado esta madrugada na Póvoa de Lanhoso “em sacos do lixo” por funcionários da empresa que trata os resíduos do concelho quando faziam triagem para reciclagem, adiantou à Lusa fonte da Policia Judiciária.

Segundo a referida fonte, “trata-se de um bebé, recém-nascido, portanto em fim de termo”.

A Polícia Judiciaria de Braga “já está a investigar o que se passou, no sentido de encontrar o autor ou autora” daquele ato e “perceber em que circunstâncias o bebé foi depositado no lixo”.

A mesma fonte referiu que a “criança vai ser agora autopsiada para perceber se estava viva ou morta quando foi deixada no lixo”.

À Lusa, fonte da empresa que faz o tratamento dos resíduos da Póvoa de Lanhoso, a Braval, explicou que “os funcionários deram com o corpo quando estavam a fazer a triagem de lixo e que não tiveram dúvidas que o bebé já estava morto” pelo que “foram logo acionadas as autoridades policiais e judiciais competentes”.

As autoridades pedem agora que “quem tiver conhecimento de algum facto que possa ajudar a descobrir quem deixou ali o bebé se dirija à polícia ou à GNR”.