Rally de Portugal: “NÃO ADIANTARÁ ANTECIPAREM-SE À OPERAÇÃO DA GNR”

A GNR apela aos adeptos que não ‘fujam’ das zonas autorizadas, pois isso pode colocar em causa a prova e causar a anulação de uma qualquer especial, por ordem da FIA, caso detete falhas de segurança de espectadores nos troços: “Apelamos às pessoas que cumpram escrupulosamente as regras dos militares no terreno. Quando o limite for alcançado, não deixaremos entrar mais ninguém. Não adiantará anteciparem-se à operação da GNR”, revelou fonte da GNR.

DESCODIFICADOR: Se forem detetados espectadores em zonas fora das ZE que possam colocar em causa a segurança do rali, os troços podem ser anulados.

Recomendações da GNR

  • O sucesso do Rally depende do comportamento responsável do público e contamos com o seu total empenhamento;
  • A edição do Rally de Portugal 2021 é diferente e exige que todos tenhamos um comportamento diferente quanto aos contactos e convívios sociais;
  • À semelhança das edições anteriores, contamos que o público adote um comportamento responsável e cumpra as normas da DGS para a não propagação do vírus COVID-19;
  • Apelamos ao distanciamento físico;
  • Apelamos ao uso de máscara e à sua substituição regular;
  • Apelamos à desinfeção regular das mãos;
  • Restrinja ao mínimo tempo as refeições e evite convívios sociais durante as mesmas;
  • Consulte as páginas do Facebook do Rally de Portugal e da GNR para verificação da lotação das zonas de espetáculo e procurarem aquelas com menor lotação;
  • Consulte a aplicação WAZE para verificação dos constrangimentos de trânsito e avisos sobre os acessos aos troços cronometrados;
  • Assista ao evento nas zonas de espetáculo e não se disperse pelos troços cronometrados, permanecendo em zonas inseguras (NO GO AREA);
  • Respeite as determinações da GNR;
  • Consulte os militares da GNR sobre as zonas de espetáculo lotadas e procure aquelas com menor lotação.

 

Autosport